domingo, setembro 06, 2009

PORQUE HOJE É DOMINGO!...


- Olá, Miguel!, voltei-me, tentando dar uma face a uma voz que me conduzia a um tempo distante. Vira-a - porque de uma mulher se tratava - pela última vez no mesmo local, sensivelmente, 14, talvez 15 anos atrás. Pouco mudara na sua fisionomia, a não ser alguns brancos no cabelo que antes não existiam. Reconheci-a sem hesitar e com a alegria mal-contida, própria de quem reencontra um velho amigo. "Estás na mesma. Casaste? Tens filhos? Ainda moras com a tua mãe?". Casara e tivera dois filhos. Dois miúdos. Subitamente, dei-me conta de que poderia resumir os últimos 15 anos numa folha A4, sendo que o maior espaço ficaria, ainda assim, reservado aos 20 meses mais recentes. Despedimos-nos um pouco à pressa com um beijo e o desejo de que não tivessem de passar outros 15 anos antes de novo encontro.
Esta semana ficou ainda marcada pelo cessar de um contacto quase diário com uma grande amiga, fruto de uma mudança de emprego da parte desta. Refiro-o por não ser apenas uma amiga daquelas tipo conhecida, mas antes desse género difícil de encontrar, melhor amiga e confidente. Para quem tem mais conhecidos do que amigos, a ausência de alguém que tem a capacidade de nos fazer sorrir quando estamos tristes e procura que não nos deixemos ir abaixo com os problemas, torna-se sempre mais sentida e dolorosa. Toda a despedida deixa feridas difíceis de sarar, um gosto amargo de quem deixa para trás algo de si. Sinto que perdemos demasiado do nosso tempo entretidos em confrontos estéreis e futilidades, numa competição selvagem, numa correria incessante que nos leva invariavelmente a afastar-nos do que realmente importa, privilegiando o individual em detrimento do colectivo. Não há nada mais importante do que os nossos amigos, aqueles que estão sempre presentes, para nos felicitar nos bons momentos, para nos darem a mão quando vamos abaixo. E não esqueça que o valor de uma boa amizade está não só em receber, em ser ouvido, como sobretudo em dar, em saber escutar.
Numa semana de algumas emoções fortes, alargadas a mais hora e meia de sofrimento à conta da selecção, não quero deixar de endereçar os parabéns ao meu irmão e ao meu sobrinho mais novo, aniversariantes nesta semana que agora termina.

3 comentários:

SM disse...

E depois de mais um domingo, que venha uma semana com muita energia boa!

E este sábado partilhei dessa hora e meia de sofrimento causado pela nossa Selecção… Não sou fanática pelo futebol, mas aprecio um bom partido; e no que respeita a Selecção, há sempre um entusiasmo especial. Mas foi doloroso apreciar as oportunidades que perdemos durante o jogo com Dinamarca, e ver como estamos a um passo de não ir ao Mundial… Continuar a ser optimistas!

Um abraço,
Silvia

Nucha disse...

I miss you 2! :)beijokas Nucha

lumadian disse...

Obrigado