domingo, junho 21, 2009

PELA IGUALDADE DE DIREITOS

Realizou-se ontem a 10ª marcha do orgulho LGBT (lésbicas, gays, bissexuais e transgéneros), com cerca de duas a três mil pessoas a percorrerem algumas das principais ruas da capital, entre o Príncipe Real e o Rossio, naquela que terá sido a mais concorrida de sempre. Mais do que defender esta ou aquela opção sexual, esta marcha visa a luta pela igualdade de direitos entre todos os cidadãos, independentemente da sua orientação sexual. Com música de Solange F, a conhecida apresentadora televisiva e lésbica assumida e com palavras de ordem como "Nem menos, nem mais, direitos iguais" ou "Seja homem ou mulher, eu amo quem quiser" estas milhares de pessoas fizeram da tórrida tarde lisboeta o seu palco, salpicando as ruas com o seu colorido peculiar e suscitando reacções que se dividiam entre o espanto, o apoio ou a repúdia, normais num tema que continua a dividir opiniões. Nós por cá, eternos defensores de todas as causas que defendam a igualdade e os direitos do Homem, gostamos muito deles (desde que a uma distância segura), gostamos ainda mais delas (especialmente se trouxerem as amigas) mas continuamos a embirrar solenemente com os jeitos e trejeitos exagerados de uns quantos, que em nada dignificam quem entra numa luta como esta de forma séria defendendo sentimentos genuínos e direitos mais que justificados mas que teimam em permanecer sempre adiados.

2 comentários:

Pure disse...

Nem mais!! E não são uma ou duas pessoas como muitos pensem, mas milhares! "O pior cego é aquele que não quer ver"
É hora de dar nome à DEMOCRACIA!

José C.Branco disse...

Eu não pude ir com muita pena minha. Estava em Londres a gravar uma música nova. Sim, porque eu sei cantar!!!!