domingo, fevereiro 06, 2011

PORQUE HOJE É DOMINGO!...

EFEITO BOOMERANG

A SIC deu a notícia: Havia romenos em Almada vivendo em condições sub-humanas. Tinham vindo à procura de trabalho, eram pessoas honestas e tinham um sonho que queriam realizar: voltar para a sua terra natal. Ficam bem os sonhos em qualquer conto de fadas que se preze. A "4Ever Kids", associação humanitária, sabia da dimensão da história, desde que bem contada, não importando que se distorcesse aqui e além a verdade sobre a realidade dos factos. E se assim pensaram melhor fizeram. Quem não lidava diariamente com este grupo de pessoas - a que tento evitar chamar de romenos para não generalizar toda uma nação - acreditou na reportagem e chegou até a emocionar-se. Conseguidos os financiamentos necessários de quem se enterneceu ou simplesmente procurou algum tipo de impacto mediático, cerca de 40 pessoas tiveram direito a banho, comida e bilhetes só de ida para a terra dos sonhos, o que parecia ser o final perfeito para uma verdadeira história de grande valor humanitário. Os portugueses sempre tiveram o condão de, mesmo em tempos de crise como os agora vividos, conseguirem dar uma parte do pouco que ainda lhes resta para ajudarem quem mais necessita, seja no Continente, Madeira, Açores ou por esse mundo fora onde haja gente a passar fome e necessidade. Só que estes romenos fazem lembrar aqueles boomerangues a que achávamos tanta graça na nossa infância, que por mais longe que os arremessássemos voltavam sempre ao ponto de partida, uma e outra vez, tantas quantas fossem as nossas tentativas. Ah, pois é! Cerca de um mês volvido desde a sua partida, após terem passado junto das suas famílias o Natal e Ano Novo - a expensas do Zé Povinho -, estes "simpáticos" "trabalhadores" que por alguma razão foram expulsos de França, Espanha, etc,  estão de regresso - algumas caras novas entre uma maioria já conhecida -, tão civilizados, honestos e higiénicos como sempre, cada vez mais refinados na arte do engano, de uma descarada falta de respeito pelas regras e instituições, por um povo maioritariamente bom, mas por vezes tão ingénuo.

5 comentários:

mmoura disse...

Lamentável Miguel que cada vez entre mais gente sem interesse para o desenvolvimento e segurança do nosso País.

Portugal daqui a uns anos será como aquela prisão numa ilha dos EUA, só brasileiros aldrabões, romenos e todo esse pessoal de Leste, mais os nossos queridos Africanos, grande parte a viver dos nossos subsidios de apoio, que nós somos muito humanitários. Não encontro ninguém decente.

Até a minha empregada que é brasileira e já cá está há uns anos surpreendeu-me pela negativa, uma sra de 48 anos, conseguiu há pouco tempo ter uma postura menos correcta comigo, de aldrabona. Não olham a meios para atingir os fins. Fico muito triste que Portugal, um cantinho à beira mar plantado, esteja cheio de gentinha do genero cerejas podres.

Mas nós gostamos muito de ajudar o próximo e vamos continuar :|
bj
mmoura

FMF disse...

Ao denunciar mais esta golpada o Lado B prestou um bom serviço público.Somos muito anjinhos.

Sonhadora disse...

Meu querido Miguel

Realmente...que haja alguém que denúncie estas coisas, realmente nós somos um povo de brandos costumes, estamos sempre dispostos a ajudar...mas isto é fazerem de nós anjinhos, adorei o texto.

Beijinho
Sonhadora

pinguim disse...

Infelizmente, grande parte dos imigrantes que nos procuram, apenas pretendem viver de biscates e não têm a mínima vontade de se integrarem no país de acolhimento.
Mas depois há sempre quem nos acuse de xenofobia.
Há que saber distinguir o trigo do joio.

URBAN.GO disse...

Olá Miguel!
Estou de acordo contigo, mas sempre é preferivel dar uma primeira oportunidade aos outros.
Li e vi na tv essa história, mas depois disso não soube de mais nada até agora.
È pena quando os outros brincam com a generosidade e os sentimentos, de quem lhes faz o bem.
Abraço.