segunda-feira, novembro 22, 2010

SCOTT PILGRIM VS THE WORLD



Scott Pilgrim Contra o Mundo não era daqueles filmes que me chamava a atenção, pelo que foi com uma boa margem de risco que me decidi a vê-lo. Realizado este ano por Edgar Wright (Hot Fuzz e Grindhouse), o filme é baseado numa banda desenhada criada por Bryan O'Malley e conta no seu elenco com um grupo de jovens actores ainda a dar os primeiros passos no meio cinematográfico, como Michael Cera (Juno) ou Mary Elizabeth Winstead (Die Hard 4.0), além do eterno irmão de Macaulay  Culkin, Kieran, aqui no papel de companheiro de quarto gay de Scott. A história gira em torno do personagem de Scott Pilgrim, que integra uma banda quase desconhecida de Toronto e que se apaixona por Ramona Flowers, uma estranha rapariga americana cujo cabelo muda várias vezes de cor ao longo do filme. Como se não bastasse o improvável romance entre duas pessoas tão diferentes, Scott tem ainda de enfrentar os ex-namorados de Ramona (7), em duelos até à morte e sempre ao ritmo alucinante de um jogo de computador. Longe de ser um filme memorável, Scott Pilgrim é um bom entretenimento com excelentes momentos de humor, especialmente até ao início dos já referidos combates, altura em que o filme começa a ser um pouco fastidioso, não conseguindo na minha opinião explanar todas as suas potencialidades.

Sem comentários: