sexta-feira, julho 30, 2010

UMA LIÇÃO DE VIDA

«Aproveitem a vida e ajudem-se uns aos outros. Apreciem cada momento, agradeçam e não deixem nada por dizer»

Estas foram das últimas palavras do actor António Feio, recheadas de sabedoria. O António deixou-nos ontem, depois de uma luta estóica e inglória contra o cancro. O António era um lutador e, apesar de não ter medo da morte e estar preparado para ela - como fazia questão de frisar -, gostava ainda mais da vida. Acho sinceramente que a grande consolação que a morte nos traz, o seu maior mérito, é o de nos agarrar à vida, e quando falo da morte não falo apenas de um final físico, mas de uma derrota, de algo que tivemos e que perdemos. Nada como a perda, como uma morte inevitável, para nos apercebermos e darmos muito mais valor a coisas, pessoas, sentimentos que antes nos passavam ao lado, quase despercebidos. Infelizmente é assim para a maior parte de nós. Quase de certeza, não para o António, não para alguém que, apesar de não o conhecer muito bem - porque nunca fui grande apreciador do António actor -, sempre me transmitiu uma força, uma alegria, uma vontade de viver não apenas exclusiva dos seus últimos meses. O António era assim, podia ser Feio, mas só de nome, porque por dentro era uma pessoa bonita, com a qualidade intrínseca de conseguir transmitir-nos para fora essa mesma imagem, de partilhar. Por isso que, ao contrário de pessoas para quem 100 anos não chegam para encher uma caixa de sapatos com memórias, para quem todo o tempo do mundo não lhes chega para descobrir o significado da vida, que pensam que, após meia dúzia de anos já sabem tudo, que a vida não tem mais segredos, o António vivia como se cada dia fosse o primeiro - ou o último -, sem certezas, descodificando nos pequenos pormenores do dia a dia os verdadeiros valores, aqueles que lhe permitiram viver intensamente e mesmo na doença, encará-la como mais uma etapa, mais uma aprendizagem. E foi nessa aprendizagem, na sua humildade, na esperança, que o António nos deu uma grande lição de vida.

3 comentários:

Suspiros disse...

Sem palavras para comentar!...
Sim, as últimas palavras dele ouvidas hoje na televisão fizeram-me vir as lágrimas aos olhos! É de facto, uma lição de vida, este senhor!
Beijo!
Sus

Rosa Carioca disse...

Concordo com "Suspiros"... não tenho palavras para comentar :(

Olga disse...

A mensagem que passou para nós é linda! "Ajudem-se uns aos outros"! Viver seria tão bem mais fácil se o o fizéssemos.