domingo, fevereiro 28, 2010

PORQUE HOJE É DOMINGO!...


PERGUNTA INDISCRETA

Chuva, chuva, chuva, muita chuva numa semana que até começou com a temperatura em alta numa perspectiva não necessariamente metereologica. Uma semana em que os jogadores do Sporting despertaram de uma prolongada letargia e venceram de seguida Everton e FC Porto por concludentes 3 a 0. Se eu fosse do Benfica estava contente, como não... vou engolindo uns quantos sapos vivos. Foi igualmente uma semana em que Silvio Berlusconi, o polémico e intratável primeiro-ministro italiano resolveu escolher Nicole Minetti como candidata do seu partido, Povo da Liberdade, às eleições regionais de Março, na Lombardia. Para quem tem andado um bocado distraído, Nicole Minetti é, a modos que uma nova Cinderela, qual conto de fadas dos tempos modernos. Ex-bailarina em programas de televisão, a frágil, doce e ingénua signorina Minetti, actualmente higienista oral, tratou da boca a Berlusconi, depois do ataque de que este foi alvo em Dezembro do ano passado. A competência do tratamento oral foi tal que os predicados profissionais de Nicole não passaram em claro ao olho clínico do actual homem forte da Itália e do AC Milan. Ficava assim levantado o véu sobre o mistério de um país que consegue ter no seu governo as ministras e deputadas mais sedutoras e provocadoras da Europa e não só, depois de Graziana Capone (modelo conhecida por Angelina Jolie italiana) também se ter apresentado às regionais e da não menos polémica Cicciolina ter sido também em tempos idos candidata às eleições. Mais do que tornado assim ainda evidente que Manuela Ferreira Leite nunca faria carreira política em Itália, pergunto aos altos responsáveis pelo PSD, a quem caberia tornar credível o Partido como principal força da oposição, se na Itália as mulheres ligadas à política são escolhidas em função duma preocupação legitimamente genética, a eterna e salutar busca da perfeição e, já que por aqui esse é um factor considerado irrelevante, como o é também o da aptidão, qual é então o misterioso critério português para a escolha dos nossos políticos?

P.S. Numa semana marcada principalmente pelas intempéries que se vão sucedendo pelo globo (depois do Haiti a Madeira, o Chile, etc, etc, etc), semeando destruição e morte numa clara demonstração da força da Natureza, e sem deixar de deixar aqui uma palavra de solidariedade para com os sobreviventes e as vítimas destas tragédias, chamo a atenção para um excelente texto de Sam Seaborn, aqui, que fala sobre o "day after" da tragédia e a dor de cadeiras vazias. Pessoalmente, prefiro nem me alongar muito sobre o que é perder um ente querido, uma casa, uma vida, a esperança. É preciso muita coragem para seguir em frente e eu não sou assim tão corajoso. Daqui envio a minha admiração e os meus votos de um amanhã melhor para todas essas pessoas que reerguem a sua vida sob os escombros do infortúnio.

9 comentários:

Sonhadora disse...

Meu amigo
Bom texto.
deixo um beijinhos

Sonhadora

Sam Seaborn disse...

Sempre que penso na política italiana, dou graças por estarmos um ou dois degraus acima… e questiono-me sobre como é possível civilizações outrora poderosíssimas foram capazes de se atrasar tanto…

Não que as “vistas” não sejam boas… mas como se diz em bom português “cada macaco no seu galho”.

Quanto ao Sporting, que grande surpresa estes últimos jogos, o quarteto Izmailov, Miguel Veloso, João Moutinho, e a grande contratação Pedro Mendes liderados por Liedson…

O critério português passa por um conjunto de interesses… em geral que se impõe sobre o Nacional.

Encerrou-se uma semana complicada… Aguardamos por bons ventos de mudança…

Fê-blue bird disse...

Como sou sportinguista, gostei das vitórias do Sporting.
Como sou feminista, não gosto que a "perfeição" física seja o critério de escolha para qualquer cargo :-) Mas o primeiro ministro italiano já não me surpreende.
Deixo também aqui a minha total solidariedade às vítimas de todas as tragédias que têm assolado o nosso planeta.
Um abraço.

Kimbanda disse...

Olá caríssimo amigo,
Chuva e mais chuva a chover no já molhado, terminou hoje com um dia solarengo para variar.
Eu bem que disse ao Miguel da Minha Matilde que pelo menos um benfiquista estava a torcer por vós e, aconteceu!
Mas o que interessa realçar é o bom momento do sporting.
Por cá: As escolhas dos nossos políticos não recaindo sobre o aspecto exterior e por provas dadas não será pela mais valia da sua sabedoria na gestão de coisa nossa, o que os leva às escolhas? O compadrio, o vira o disco e toca o mesmo? O país adiado e as esperanças dos vindouros é procurarem lá fora carreiras de sucesso cá dentro desaproveitadas?
Talvez convidar a srª. higienista oral para dar uns arranjos de boca aos nossos politiqueiros e corrija o blá, blá incessante das novelescas tiradas que nada trazem de novo, nem de bom ao país.
Kandando e caté

Margarida Fernandes disse...

Em primeiro lugar, se permite, porque sou sportinguista, parece que o sol está a brilhar para os lados de alvalade depois de um ano de muita chuva. Enfim...Viva o Sporting...sempre.

Quanto ao Berlusconi...será que alguém ainda leva esse homem a sério?!?!?

Resta-me deixar aqui, mais uma vez se me permite,a minha solidariedade para com todos aqueles que têm sofrido com todas as intempéries.
De realçar, a força, dedicação, determinação do povo madeirense para reerguer aquela ilha maravilhosa.

S* disse...

Bem, ao menos não estamos ASSIM tão mal como os pobres italianos. Aquele homem é um nojo.

Regina Rozenbaum disse...

Miguelito, duplo anjo, amado: hoje tôfora desse post...realmente não acompanho o futebol português, mal dou conta aqui do nosso rsrs então
meus beijuuss n.c. prá vc!

www.toforatodentro.blogspot.com

FMF disse...

Não pude deixar de pensar como seria bom o nosso Sporting ter o Berlusconi como olheiro.

Anónimo disse...

http://achatcialisgenerique.lo.gs/ acheter cialis
http://commandercialisfer.lo.gs/ acheter cialis generique
http://prezzocialisgenericoit.net/ costo cialis
http://preciocialisgenericoespana.net/ cialis