domingo, janeiro 24, 2010

PORQUE HOJE É DOMINGO!...


Nunca tive o tempo nas mãos. O meu tempo e o teu, o tempo para crescer, para ter um filho, tempo para jantar, para dormir, sempre a correr atrás do tempo que nos parecia fugir o tempo todo. Haverá tempo ainda, um tempo que seja, sem pressas nem contratempos, sem desculpas, um momento que seja, um tempo para nós? Lamento todo o tempo que perdi à espera nem sei de quê. Porque insisto em dar tempo ao tempo? O tempo é o momento, o reverso do pensamento, o tempo é a desculpa. Falta sempre tempo para quem não tem coragem de viver.

17 comentários:

milhita disse...

o tempo é o tema que me tem dançado na mente. Tempo para ser, para crescer, para colocar cada coisa no seu lugar.
O tempo é sábio na descrença que nele temos.
Um abraço, Miguel!
Gosto das tuas visitas

Lana disse...

disseste aquilo que eu diria ao ler este texto se lhe faltasse essa ultima frase..Falta sempre tempo para quem não tem coragem de viver.

Regina Rozenbaum disse...

Esse é um tema bem discutido hoje em dia: a escassez do tempo... num tempo alucinadamente rápido, onde não conseguimos tempo para digerir tanto!!! Tôfora. Pára o mundo que eu quero descer!
Beijuuss n.c.
Regina
www.toforatodentro.blogspot.com

Bianca disse...

"Porque insisto em dar tempo ao tempo?"
A meu ver e sentir a frase mais forte deste teu pequeno grande texto.
E porquê? Porque razão deixar pendências? Ou fugir de encarar um dilema ou problema?
Só ficamos mentalmente e fisicamente saudáveis de duas formas;
- quando antecedemos o tempo (bem difícil)
- ou quando ficamos inertes, sossegados esperando que o tempo dilua a dor ou problema ( bem mais fácil mas dolorosamente mais moroso.)
… e falar é tão fácil.
Beijo Miguel

Kimbanda disse...

Tarde aprendi, que cada momento, tem o tempo em que ele é!
Não se repete.
Tudo passa ao lado com o tempo que não temos ou inventamos não ter para nós e para os que nos querem bem.
Pode não se conseguir remediar o que está feito, mas é imperativo fazer algo, para que tal não se repita.
-Miguel, este texto diz-me bastante e volta a acordar-me para esta questão deveras importante.
Um forte Kandandu

pink poison disse...

tempo cura tudo: eu não acredito. O domingo enerva-me, prefiro estar ocupada mas quando trabalho ao domingo, enrvo-me por não ter tempo... Coisa de gajas!

Miguel disse...

Pink Poison, felizmente não sei o que é isso. Irritam-te apenas o turno das tardes, por não ter tempo para os meus passeios à tarde e depois do jantar. Coisas de gajos.

Sam Seaborn disse...

Parece-me que pensamos sempre que haverá amanhã e ainda temos margem para fazer todo um mundo de “inutilidades” que deixamos em espera… às vezes não temos

Olga disse...

Como é que se costuma dizer? Tiraste-me as palavras da boca! Acredita que sim.
O tempo, e como diz os dona maria, é mesmo "Um carro novo sem a marcha atrás!"

S* disse...

Tempo é coisa que nao me falta. Não o sei é aproveitar...

mjoaob disse...

Porque é que será que o domingo é um dia tão fatigante?
bjito e uma semana com muitas cores

Lana disse...

obrigada por me kereres continuar a ler =)

Regina Rozenbaum disse...

Ei Miguel
ô eu aqui de novo! Vim para lhe fazer um convite (quase uma intimação rsrsrs): amanhã 29/01 dá uma passadinha lá no blog e me ajuda com o "Aquilo que me cativa"?
Não tem problema se for em outro dia, mas conto com vc! Seus leitores estão convidados tb!
Beijuuss n.c.
Regina
www.toforatodentro.blogspot.com

Silvana Nunes .'. disse...

Falta tempo para quem não tem coragem de viver - Concordo plenamente. Só não arranjamos tempo quando não queremos ou quenado temos medo de alguma coisa, nesse caso, de viver.
Bom dia.

Olga disse...

Miguel, se puderes avisa a Lana para me mandar outro convite que não consegui aceitar o que me enviou, sff.

Lana disse...

miguel, mas ela ja ta na minha lista. ja aceitou o convite.

Margarida Fernandes disse...

Por vezes parecemos escravos do tempo.

Bom fim-de-semana