segunda-feira, janeiro 18, 2010

O MUNDO SEM MULHERES

(adaptação de um texto recebido por email)

Um HOMEM faz um esforço tremendo para ficar rico para quê? Para que buscamos a fama, fazemos exercícios e até dietas rigorosas? A verdade é que a mulher é o objectivo do homem, a razão de ser da sua existência, do seu dia a dia. Nós, homens - muitos de nós - vivemos o dia inteiro, toda a vida pensando em mulheres, ao ponto de acreditar que, se as mulheres não existissem o mundo jamais teria evoluído da forma que evoluiu. Nenhum homem - poucos de nós - iriamos fazer fosse o que fosse para impressionar outro homem, a menos que esse homem fosse o nosso chefe. Diz o ditado que "por trás de um grande homem existe sempre uma grande mulher" (e por trás dessa mulher está a esposa dele, mas isso não vem para o caso), mas eu penso que seja exactamente o contrário. São vocês que estão à frente, é a mulher que impulsiona o mundo, quem tem o poder - apesar de nos deixarem acreditar no contrário -, não o homem. É a mulher quem decide a compra da casa, a cor do carro, o filme a ser visto, o destino das férias. Bendita a hora em que você ultrapassou os limites da cozinha e, não deixando de ser feminina deixou vincada a sua personalidade, a sua competência e potencialidades, nos ensinou que chorar e exteriorizar os nossos sentimentos, medos e preocupações não eram exclusividade das mulheres, não eram sinal de fraqueza nem de pouca masculinidade. Vocês são o açúcar que adoça os nossos dias, o sal e a pimenta, o azeite e o vinagre, o tempero do nosso dia a dia.
E se você que está agora perdendo o seu tempo a ler-me for um homem, tente imaginar a sua vida sem uma mulher. Aí em sua casa, onde você trabalha, na rua. Só homens. Já pensou? Um casamento sem noiva, um mundo sem sogras... enfim, um mundo sem metas. Mas o que faz das mulheres esses seres tão únicos, tão especiais?
1- O cheirinho delas é sempre gostoso, mesmo que vocês usem o mesmo champô.
2- O jeitinho que elas têm de encontrar sempre aquele lugar certo no nosso ombro, no nosso peito, para encostarem a cabeça.
3- A facilidade com que encaixam em cada um dos nossos abraços.
4- O jeito que têm de nos beijar e, de repente fazerem do mundo um lugar perfeito.
5 - Como são encantadoras quando comem.
6 - Sim, levam horas para se vestirem, mas no final vale sempre a pena.
7 - Porque estão sempre quentinhas, mesmo que estejam 30 graus abaixo de zero lá fora.
8 - Porque ao contrário de nós ficam sempre bonitas vistam o que vestirem, mesmo de jeans com camiseta e rabo-de-cavalo.
9- Aquele jeitinho subtil de pedir um elogio.
10- O modo que têm de sempre encontrar a nossa mão.
11- O brilho nos olhos quando sorriem.
12- A ternura com que nos beijam quando lhes fazemos uma delicadeza ou lhes dizemos 'eu amo-te!'
13- O modo que têm de se atirar em nossos braços quando choram, de nos fazerem acreditar que somos fortes e que um não vive sem o outro.
14- O facto de nos darem uma estalada pensando que vai doer.
15- O jeitinho de dizerem 'estou com saudades' e a forma encontrada para o demonstrarem.
16- As saudades que sentimos delas, mesmo que só tenham passado 5 minutos.
17- A força que suas lágrimas têm que nos fazem sempre querer mudar o mundo para que mais nada lhes cause dor.
18, 19, 20, 2......................................................................

Podia ficar aqui a tarde inteira a lembrar-me de razões pelas quais admiramos, desejamos, precisamos das mulheres, mas cada palavra a mais é menos um carinho que te dispenso e existem momentos em que as palavras fazem tanta falta como uma peça de roupa cheia de botões quando nos deitamos na cama para fazer amor. Não, este texto não é nenhum manifesto anti-homossexual, mas o modo que encontrei, aqui e agora de dizer Eu Amo-te e preciso de ti, de um beijo, de um abraço, de um toque de mão, de sentir ciúmes e desejo, tesão. Preciso de te amar, porque a vida sem amor não é vida, é vazio, é dor, é pouco mais que nada, é um mar de solidão.

10 comentários:

Sílvia Maria disse...

Obrigada por mostrares que ainda e possivel acreditar...

Silvana Nunes .'. disse...

Muito bom texto para reflexão.
O que nos resta é somente acreditar.
Saudações Florestais !
FOI DESSE JEITO QUE EU OUVI DIZER...
http://www.silnunesprof.blogspot.com

Miguel disse...

Não só possível mas válido acreditar nos sentimentos.

Regina Rozenbaum disse...

UAU!!! Representante da "categoria" fiquei toda lisonjeada com tamanhos elogios. Quem sabe consigo escrever, um dia desses, sobre vocês: homens fantásticos que também adoramos AMAR.
Beijuuss n.c.
Regina
www.toforatodentro.blogsot.com

Sam Seaborn disse...

“um mundo sem sogras”... Na versão masculina arrisco uma piada de muito mau gosto dizendo que me parece melhor ter sogras que sogros…

Um pouco mais a sério, se a mulher é o sol, a nossa será a nuvem que a tapa…

Agora é mesmo a sério… Ainda bem que existem, faz falta alguém para trazer o carro de volta…

Não, desta vez é que é a sério… A recordar um passado recente onde a mulher não tinha voz, fazia parte dos bens do homem que sobre esta tinha poder correctivo e poder de administração e disposição sobre seus bens.

Longe vão esses tempos nos países ocidentais e não consigo imaginar o sofrimento que continuam a passar em muitas partes deste nosso Planeta.

Ainda hoje são um mistério que gosto de tentar descobrir, atracção, inteligência e um poder energético que parece não ter fim.

m. lopes disse...

Tudo sobre a Taça das Nações Africanas, 2ª volta da Liga Sagres, jogadores com talento e outros desportos no blog "Gritos do Desporto"!

Saudações Desportivas
_________________________________________
http://www.gritosdodesporto.blogspot.com/

pink poison disse...

Lindo texto, hoje estou num dia dificil... Deste-me esperança. Um beijo

Olga disse...

Não são todos que confessam essa verdade verdadeira! Muito bem!! :P

Miguel disse...

Sam, não procures descobrir o mistério que envolve o universo e a mentalidade feminina. Que graça e sedução teria a Lua, fonte de inspiração de tantos poetas, se a pudessemos ver de perto ou tocar, sem o brilho que tem vista de longe? Qual a piada dos truques de ilusionismo que tanto nos prendem a atenção se conhecessemos cada truque tantas vezes tão simples? Os mistérios são como sonhos e um mundo sem sonhos é como uma mulher despida de seus encantos.

Miguel disse...

Pink Poison, é sempre com imenso agrado e espanto que percebo que, desta forma muito limitada, com o uso das minhas palavras consegui ajudar de alguma forma, seja na forma de dar alguma esperança ou apenas na forma de um sorriso. É isso, sobretudo que me dá alento a continuar.
Amiga Olga, se eu não pudesse ser verdadeiro aqui, despir-me dessas máscaras que usamos diariamente em função das nossas obrigações laborais ou em nome de uma salutar convivência social tantas vezes carregada de hipocrisia e de cinismo, onde o faria? Porque usaria do meu gosto pela escrita se nas minhas letras os sentimentos viessem amordaçados, desvirtualizados pelo medo da crítica e da exposição? De outra forma não mereceria essa atenção assídua e as palavras generosas que regra geral recebo de pessoas que mais que visitantes são já amigos, como sorrisos que abrem as janelas da minha alma de par em par e enchem de Sol este espaço. Obrigado.